Músicas de Alta Qualidade

O que é Audiófilo?

O Audiófilo é um amante do som que gosta de ouvir música ao vivo e também reproduzida eletronicamente. O Audiófilo tenta alcançar um nível de qualidade da música o mais próximo possível da gravação original (o melhor e máximo possível) usando aparelhos de alta fidelidade. Para tal, faz constantes adaptações, regulações e trocas dos seus aparelhos de som de alta fidelidade. Enfim, faz todo o possível para melhorar ainda mais o desempenho dos aparelhos, a fim de poder apreciar os instrumentos musicais e os cantores em toda sua plenitude, como se estivesse a assistir a um espetáculo ao vivo.

Para conseguir esse feito é fundamental a audição ao vivo, para captar todas as nuances dos timbres dos instrumentos musicais, para se ter referências de que estão sendo reproduzidos fielmente.

O termo vem do grego Audio=som + filo=amigo.

A maioria dos aparelhos de som de grande potência encontrados em qualquer loja de electrodomésticos não são equipamentos audiófilos, pois som potente não é sinônimo de som com qualidade.

Audiofilia é o ato de gostar do som, e audiófilo é um amante do som que faz constantes adaptações, regulações e trocas (aperfeiçoamentos contínuos) dos seus aparelhos de som de alta fidelidade ou no ambiente de reprodução da música. Faz-se todo o possível para melhorar a reprodução a fim se apreciar os instrumentos musicais e os cantores como se estivesse ouvindo ao vivo.

 

O que é FLAC?

FLAC (acrônimo de Free Lossless Audio Codec, que significa Codec Livre de Áudio Sem Perdas em inglês) é um codec de compressão de áudio sem perda de informação. Ao contrário de codecs com perda tais como o MP3 e o Vorbis, ele não remove nenhuma informação do fluxo de áudio, mantendo a alta qualidade do som.

Breve descrição: um formato compactado de áudio que não remove nenhuma informação do fluxo de áudio, mantendo a qualidade do som sem perdas.

 

O que é Codec Livre?

“Livre” significa que a especificação do formato de stream pode ser implementada por qualquer pessoa, sem necessidade de autorização expressa (a Xiph.org se reserva o direito de definir a especificação do FLAC e certificar a conformidade aos mesmos), e nem o formato FLAC, nem nenhum método implementado para codificá-lo / decodificá-lo são cobertos por patentes.

Isso também significa que a implementação referencial é software livre e os códigos-fonte da libFLAC e da libFLAC++ são disponíveis sob a Licensa BSD da Xiph.org, e os códigos-fonte do flac, metaflac, e também os plugins estão disponíveis sob a GPL.

 

O que é Hi-fi e Hi-end?

O termo Hi-fi é técnico sendo atribuído a qualquer equipamento de áudio que tenha resposta de frequência de 20 a 20.000 Hz (hertz) com variação abaixo de +/- 3 dB e relação sinal / ruído acima de 70 dB com distorção harmônica total menor que 0,5%.

Hi-end é conceito de projeto, sendo atribuído a equipamentos de áudio cuja arquitetura e componentes utilizados sejam aqueles de última geração, ou seja, de tecnologia mais recente.

 

O que é Alta Fidelidade?

Alta-fidelidade, também referida como hi-fi (do inglês high-fidelity), é a reprodução de áudio feita por um aparelho de som com a maior fidelidade possível ao som real. Para tal, deseja-se minimizar os efeitos de ruídos e distorções. Tais equipamentos de som fazem uso da estereofonia na reprodução do áudio. Entusiastas da alta-fidelidade são chamados de audiófilos, e sistemas em que a fidelidade é o único compromisso são conhecidos pelo termo em inglês high-end.

Os aparelhos de som de alta-fidelidade utilizam o conceito minimalista em que se acredita que quanto menos estágios tiver entre o som captado, gravado, reproduzido e amplificado, menos interferências ele vai ter em relação ao original e maior será a fidelidade.

Amplificadores de alta-fidelidade utilizam válvulas eletrônicas ou transistores de estado sólido. Tecnicamente os transistores são mais lineares, porém muitos acreditam que a suavidade da amplificação valvulada deixe a música mais emotiva, e não existe consenso entre qual tipo é melhor, no entanto, os amantes do vinil são exageradamente “apaixonados”. Amplificadores também são encontrados em monoblocos, isto é, amplificadores separados para cada canal para evitar interferências entre os canais.

 

Sobre Músicas, Estilos e Gravações em Alta Fidelidade

Apesar de alta-fidelidade muitas vezes ser associada somente a um aparelho de som high-end e ambientes tratados acusticamente, geralmente não se sabe que as gravações também divergem muito em sua qualidade de gravação e tem enorme importância no resultado final. Em alta-fidelidade as gravações são feitas sempre ao vivo, sem efeitos de som e são usados equipamentos especiais de captação e gravação.

Assim, os tipos de música encontrados com mais frequência na discografia classificada como “audiófila” são a música clássica, o jazz e o blues. Tais gravações tentam capturar exatamente a sensação de se estar ouvindo a música no ambiente ao vivo, podendo ser recriada a imagem do palco sonoro com precisão. Nestas gravações é possível identificar a localização de cada músico não só em largura no palco, mas também em profundidade, altura e até a distância em relação ao microfone usado na gravação. A ambientação é capturada em estereofonia (canal direito e esquerdo) e todas as reverberações e respostas acústicas do ambiente são fielmente capturadas, aumentando ainda mais a imersão na reprodução (ver: efeito binaural).

Como este tipo de gravação exige conhecimento técnico e equipamentos específicos diferentes dos usados em estúdios de gravação convencionais, existem gravadoras que se especializaram na produção de álbuns de alta-fidelidade. Entre os nomes mais fortes neste segmento estão a Opus3 Records, Chesky Records e compilações feitas pelos principais vendedores de equipamentos de alta-fidelidade, como B&W (Bowers & Wilkins, fabricante de caixas acústicas), Mcintosh e Marantz (fabricantes de amplificadores).

 

Como posso perceber a diferença do formato lossless?

No meu caso, meu amigo (Zé Guedes) me mostrou o som do carro dele e ao reproduzir uma musica MP3 que eu já estava cansado de escutar, percebi que todos os sons estava saindo em todos os falantes, já a musica lossless percebi um detalhamento enorme, imagine você percebendo a direção do áudio, parecia que a cantora estava na minha frente no centro, o som agudo vinha das laterais e o som grave vinha do fundo, dava para perceber que a musica tinha áudios que eu nunca tinha escutado antes.

Cada frequência da musica podia ser percebida diante dos meus “olhos”, desta forma era possível notar uma especie de palco sonoro.

Para perceber a diferença você precisa ter algum equipamento de qualidade sonora, pode ser um fone de ouvido, caixas de som ou home theater no meu caso eu possuo um Gradiente Model 1200 usado com meu computador.

 

Como faço para reproduzir Musicas FLAC?

Para reprodução de musicas FLAC no computador basta um player que suporta extensão .FLAC, para Windows o MediaPLayer Classic ou VLC reproduz direitinho, mas o player que gostei mesmo é o Clementine, suporta a maioria dos sistema operacionais inclusive MacOS e Linux e permite organizar sua biblioteca FLAC, é um sonho, baixar as capinhas dos albuns, editar TAGs, equalizador gráfico, Playlist, efeitos e alem de tudo isso é grátis.

Site oficial para download do Clementine: http://www.clementine-player.org/

Você obviamente poderia guardar seus álbuns em qualquer outro formato, porém o FLAC é um dos mais convenientes. Guardar música em WAV é desperdício de espaço, assim como guardar uma imagem em .bmp, mas tem a vantagem de ser suportado de forma quase universal. Porém, de um arquivo FLAC você consegue criar um arquivo .wav sem problemas. Usar um formato de músicas com perda já não faz sentido nos dias atuais, onde espaço de armazenamento é barato, além de que tudo que é perdido na compressão não é mais possível restaurar a não ser que se faça outra ripagem.

Para fazer a velha e popular ripagem “sem vergonha” de CDs para MP3 o software free mais prático é o CDex que estouy parando de usar aos poucos, nestes dois links:

http://cdex.mu/download

https://cdex.br.uptodown.com/windows

Existem outros formatos de compressão sem perdas como você pode ver aqui, mas apesar do FLAC não ter o melhor nível de compressão, tem a vantagem de ser aberto e bom suporte a hardware. Esse último ponto é especialmente importante, pois provavelmente você vai querer ouvir suas músicas em outro lugar que não seja no seu PC.

Na hora que você precisar de um arquivo menor para ouvir no seu celular, MP3 Player ou gadget qualquer, é bem simples de converter o FLAC para um arquivo MP3 por exemplo.

Para reprodução de musicas FLAC em Smartphones com sistema Android recomento Double Twist Player.
Baixe o DoubleTwist via GooglePlay:

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.doubleTwist.androidPlayer&feature=search_result#?t=W10

Para reprodução de musicas FLAC em iPhone, iPodTouch e iPad recomento FLAC Player que permite sincronizar as musicas através do iTunes.

Link Download Flac Player via App Store:
https://itunes.apple.com/br/app/flac-player/id390532592?mt=8

 

Qual é melhor WAV ou FLAC?

O extensão .WAV é muito conhecida e também é um formato lossless (sem perdas) mas não possui nenhuma compactação, já o .FLAC consegue gerar um arquivo de audio sem perdas de qualidade e um minimo de compactação que não afeta o estado original do audio.

Fiz um teste ripando um CD da “Adele” – “21”, resultado:

O tamanho da pasta com todas as musicas do CD no formato .WMA: 45MB;
O tamanho da pasta com todas as musicas do CD no formato .MP3: 50MB;
O tamanho da pasta com todas as musicas do CD no formato .WAV: 900MB;
O tamanho da pasta com todas as musicas do CD no formato .FLAC: 350MB;

Então cheguei a conclusão considerando Qualidade, Tamanho e Compatibilidade que o formato FLAC é superior aos outros.

 

É possivel converter depois para MP3?

Sim uma musica no formato FLAC é possivel converte-la a qualquer momento para qualquer outro formato de audio, se for para outro formato lossless é possivel retornar para FLAC, mas se for formatos que permitem perdas não é possivel retornar para FLAC.

Exemplo: Quando convertemos uma musica de um formato sem perdas para MP3 mesmo que configurado para maior qualidade no MP3 existem diversas perdas irreversiveis, pois não suportam alguns recusros de multchannel, aplicam alta compactação, não gera arquivo de correção, entre outras, por isso não é possivel retornar ao estado lossless original.

Caso você prefira manter sua Biblioteca de musicas em FLAC no PC mas ainda continuar utilizando o formato MP3 nos equipamentos que não suportam o FLAC é possivel contornar essa situação utilizando um conversor para transformar FLAC em MP3, recomendo o programa Free Rip que já disponibilizei o link para download acima.

 

Como obter musicas em FLAC?

Para conseguir musicas .FLAC eu conheço duas maneiras, ripando o CD de audio original ou fazendo download da internet.

Para ripar um CD e converter as faixas em .FLAC é necessario utilizar um software, eu uso e recomendo Free Rip que é pequeno, grátis e compatível com a maioria da versões do Windows.

A interface do programa é simples e não contém segredos. Basta adicionar os arquivos para conversão e selecionar o formato. Ainda é possível selecionar a pasta na qual você irá gravar os arquivos de saída.

Baixe Free Rip: http://www.freerip.com/download/freeripmp3-setup.exe
É possivel baixar musicas FLAC na internet de varias formas, entretanto a melhor maneira é via Torrent, eu uso e recomendo o aplicativo uTorrent para gerenciar seus Downloads, este aplicativo além de pequeno e facil é compativel com a maioria dos sistema operacionais.

Link para site BitTorrent (evite o UTorrent): http://www.bittorrent.com/lang/pt_br/downloads/win
Para baixar os arquivos de torrent recomendo os sites abaixo, pois são ricos em conteúdo, encontrei muitas discografias raras.

http://thepiratebay.se/

http://isohunt.com/

http://www.mininova.org/

http://musicaslossless.blogspot.com.br/

http://baixarmusicasflacwavm4a.blogspot.com.br

http://alllossless.net/

http://lossless-music.org/

http://top40-charts.com/chart.php?cid=12

http://www.linnrecords.com/catalogue.aspx

Baixa Peter Gabriel

http://www.alllossless.com/

http://losslessbest.xyz/

http://flac-lossless.org/

https://www.baixarviatorrent.com.br/musicas_torrent-musicas_torrent_formato/flac/

 

Comparações

O FLAC foi criado para um empacotamento eficiente de dados de áudio, diferente de algoritmos gerais de compressão sem perda, como ZIP e gzip. Enquanto um ZIP pode compactar um arquivo de áudio com qualidade de cd em 10% ou 20%, com FLAC pode-se alcançar taxas de compressão de 30% a 50%.

Codecs com perda de dados podem alcançar taxas de 80% ou mais, descartando dados do stream original. O FLAC utiliza predição linear para converter amostras do áudio em uma série de pequenos números não correlatos (o residual), que são armazenados eficientemente com o uso do algoritmo Golomb-Rice. Ele também utiliza codificação run-length para blocos de amostras idênticas, como passagens silenciosas. As vantagens técnicas do FLAC comparado a outros codecs sem perda residem na sua habilidade de streaming e em um rápido tempo de decodificação, que independe do nível de compressão.

Como qualquer outro codec sem perdas, o formato FLAC é popular entre proprietários de CDs e outras mídias que desejam preservar suas coleções de áudio. Se a mídia original foi perdida ou danificada, uma cópia em FLAC garante que uma duplicata exata do original pode ser recuperada a qualquer instante. Uma restauração exata feita a partir de um arquivos com perda (ex., MP3) dos mesmos dados é impossível. Um arquivo CUE pode opcionalmante ser criado ao copiar-se um CD. Se o CD foi lido e copiado perfeitamente em arquivos FLAC, o arquivo CUE permite posteriormente a gravação de um CD de áudio idêntico ao original, incluindo ordem das faixas, pregaps, e CD-Text. Entretanto, dados adicionais presentes em alguns CDs, como letras e gráficos de CD+G estão além do escopo de um arquivo CUE e da maioria dos softwares de cópia de CDs, portanto, esses dados não serão armazenados.
Detalhes técnicos

O FLAC suporta apenas amostras de ponto fixo, não de ponto flutuante. Isso ocorre para eliminar quaisquer erros de arredondamento para que se garanta uma reprodução perfeita em nível de bit. Ele pode trabalhar com qualquer resolução de bits PCM de 4 a 32 bits por amostra, qualquer taxa de amostragem de 1 Hz a 1,048,570 Hz em incrementos de 1 Hz, e qualquer número de canais de 1 a 8. Os canais podem ser agrupados em casos como stereo e surround de 5.1 canais para aproveitar as vantagens de correlações entre os canais para aumentar a compressão. Ele utiliza checksums CRC para identificar frames corrompidos quando usados em um protocolo de streaming, e também tem um hash MD5 completo do áudio PCM puro armazenado em seu cabeçalho de metadados STREAMINFO.

O formato FLAC é implementado como o codificador/decodificador interno da libFLAC, com o principal programa distribuível, flac, sendo o programa de referência da utilização da API libFLAC. A API do codec também está disponível em C++ como libFLAC++.

A implementção refencial do FLAC é compilável em várias plataformas, incluindo a maioria dos sistemas operacionais Unix e Unix-like (incluindo Linux, *BSD, Solaris, e Mac OS X), Windows, BeOS, e OS/2. Há build systems para autoconf/automake, MSVC, Watcom C, e Project Builder.

No link abaixo você pode entender algumas comparações e descrições técnicas:

http://wiki.hydrogenaudio.org/index.php?title=Lossless_comparison

 

Para converter WAV em FLAC

https://convertio.co/pt/wav-flac/

http://online-audio-converter.com/pt/

http://www.freerip.com/download.php

 

Só quero FLAC de forma legal e ética, onde encontro?

Você encontra no Tidal (http://tidal.com/), já o Spotify não tem FLAC, embora possa reproduzir seus FLACs off-line.

Como é a qualidade do som na TIDAL?

Qualidade standard: 96 kbps (AAC +) / Alta qualidade: 320 kbps (AAC) / HiFi: Flac 1411 kbps – Lossless / (16/44.1 khz)

Como posso alterar a qualidade?

Para selecionar a qualidade do som, vá a ‘Definições’.

Mais artigos sobre o Tidal:

https://tecnoblog.net/185721/tidal-brasil-lancamento/

https://tecnoblog.net/175889/tidal-spotify-lossless/

 

Para terminar com chave de ouro, um blog raro sobre som:

http://www.novacon.com.br/audioafca.htm