Site de vendas Chinês cai nas graças dos Brasileiros

No post UM PLAYER QUE SUBSTITUI O BLU RAY – http://www.websitearte.com/multimidia/um-player-que-substitui-o-blue-ray/ – citamos o Deal Extreme – site de importação da China como opção idônea para compras de eletrônicos de ponta a excelente preço. Ontem me deparei com um artigo em outro site que vou postar aqui ipsis literis, com os devidos créditos, para voc~es saberem o que está acontecendo no mundo globalizado, na informática, nos eletrônicos e no novo e prático jeito de importar.

Vide a seguir:

Com preços baixos e ‘clones’, site chinês faz sucesso entre os brasileiros mas não entregam as mercadorias

Funcionários do DealExtreme separam mercadorias no depósito da empresa em Hong Kong
Funcionários do DealExtreme separam mercadorias no depósito da empresa em Hong Kong.
A versão oficial do site é: http://www.dealextreme.com/, mas tem em portugu~es e é: http://br.dealextreme.com/

Para enviar um malote de documentos para alguém de São Paulo, no mesmo dia, uma empresa dessa mesma cidade paga cerca de R$ 20 pelo serviço de motoboy. Em comparação, o site de comércio eletrônico chinês DealExtreme, a alguns milhares de quilômetros de São Paulo, não cobra nada para enviar um pequeno envelope com fones de ouvido a seus clientes. Por esse motivo e pelos preços absurdamente baixos dos de eletrônicos e acessórios que vende — genéricos, na maioria das vezes –, a página caiu no gosto dos brasileiros.

O site chinês de acessórios e eletrônicos é muito acessado por brasileiros. Segundo o Alexa, serviço da Amazon que mede audiência de sites, o país é o 4º no ranking das nações que mais acessa a página – logo à frente do Brasil está a Argentina em 3º. Além disso, o DealExtreme tem uma versão em português (parcialmente traduzida) e em seu blog oficial já até ofereceu promoções específicas para brasileiros.

  • Arquivo PessoalO analista Bruno Almeida ,22, compra acessórios e eletrônicos no site chinês DealExtreme há um ano

O DealExtreme é um site chinês com todos os tipos de acessórios e bugigangas eletrônicas: vende de quinquilharias tecnológicas (capas de celular, adaptadores, etc) a US$ 1 a videogames XBox por US$ 500. Para se ter uma ideia da diferença de preço, um fone de ouvido oficial com microfone para iPhone custa no Brasil cerca de R$ 100. Um fone de ouvido genérico da Apple, também com microfone e bastante parecido com o original, custa US$ 6,30 (cerca de R$ 11,10) – considerando a cotação do dólar a R$ 1,76.

Outro exemplo. “Em minha última compra no DealExtreme, adquiri para um amigo uma caneta para ‘escrever’ no iPad. Em uma loja brasileira, ela custa cerca de R$ 40, enquanto no DealExtreme, apesar da procedência, a caneta custou US$ 3 [cerca de R$ 5,30]”, disse o analista de sistemas Bruno Almeida, 22, que faz compras no site há um ano.

Segundo a página de ajuda do DealExtreme, as razões para eles conseguirem preços tão baixos são a negociação com os fornecedores, o fato de eles comprarem diariamente mercadorias e a localização do depósito (perto dos Correios de Hong Kong, responsáveis pelas entregas).

Entrega lenta – quando entregam

Apesar do frete gratuito, demora cerca de um mês para a mercadoria comprada chegar ao Brasil. Por isso, os compradores têm de lidar com a ansiedade de querer receber logo o novo produto. Em alguns casos, a demora “padrão” de um mês pode chegar a quatro meses.

“Nas primeiras compras que fiz, a ansiedade era muito grande. Eu chegava em casa e ia direto para a caixa de correio para ver se tinha algo”, afirmou o programador Rudá Brenelli, 26. Por isso, Bruno Almeida aconselha: “Quem usar o site tem de, literalmente, comprar e esquecer, pois vai demorar bastante”.

  • Arquivo PessoalRudá Brenelli, 26, já gastou metade do salário
    em compras no site chinês DealExtreme

A explicação que o site dá para conseguir enviar produtos com frete zero é reticente. “Fazemos o transporte aéreo via Correios de Hong Kong. Nossos sistemas são integrados e temos uma parceria com eles para viabilizar o sistema de entregas gratuito”, diz a página de ajuda do DealExtreme. Questionado pelo UOL Tecnologia se essa é uma prática comum, o Conselho de Desenvolvimento Comercial de Hong Kong no Brasil não respondeu à solicitação até o fechamento desta reportagem.

Os Correios de Hong Kong, no entanto, responderam que não fazem entrega gratuita de produtos e que funcionam como qualquer outro serviço de postagem: o usuário paga pelo frete da entrega conforme o tamanho e o peso.

Compras acima de US$ 50 podem ser taxadas pela Receita Federal, seguindo as leis locais de importação. Veja aqui as regras de taxação para diferentes faixas de preço.

E vale mesmo a pena?

Dicas para comprar no DealExtreme

Esteja ciente que as compras serão em dólar e são feitas, geralmente, via cartão de crédito
Os produtos não são originais, mas muitas vezes funcionam perfeitamente
É necessário ter o mínimo de conhecimento em inglês para poder entender as condições de compra e entrega
Tome cuidado com pedidos maiores que US$ 50. Acima deste valor, o pedido pode ser taxado pela Receita Federal
Compre e tente “esquecer o produto”, pois vai demorar bastante para chegar

Existe a questão da demora na entrega e também a barreira da língua: o site está em inglês (algumas áreas aparecem em português), mesma língua em que o suporte é feito. Além disso, os usuários não conhecem a procedência dos produtos oferecidos no site, sendo que a maioria deles tem marcas genéricas. Esses fatores, no entanto, parecem não assustar os consumidores.

“Já gastei metade do meu salário comprando jogos, action figures [bonecos de personagens de quadrinhos, filmes ou videogames] e acessórios para videogame”, afirmou Rudá. O analista Bruno Almeida ressalta: “Tudo que comprei até agora funcionou bem, mas quem compra no DealExtreme deve ter em mente que a maioria dos produtos é uma imitação das versões originais.”

Em caso de problemas com a mercadoria, o comprador deve entrar em contato por e-mail com o site informando a anomalia. Nesses casos, vigoram as mesmas leis para entrega: prepare-se para esperar. “Eu já recebi uma pistola para meu videogame com o gatilho quebrado. Entrei em contato com eles por e-mail e, após cerca de quatro meses, recebi outra”, conta Rudá.

Eu, Dalton, autor deste site – www.websitearte.com – comprei um player e gastei R$ 53,00 em junho de 2011 e até agora – 2012 – não recebi meu pedido.